Os sabores na Medicina Chinesa

bg-img1

Na Medicina Chinesa, cada órgão esta relacionado a uma energia, e esta vem dos alimentos que ingerimos. Nosso corpo em sua perfeição, percebe qual energia esta deficiente e busca, através dos sabores, aquele que mais necessita, fazendo com que o gosto daquele alimento nos agrade. assim, quando gostamos muito de determinado sabor, seja ele o acido, amargo, salgado, picante ou doce, quer dizer que precisamos de sua energia. Lembrando que, a energia vem do alimento natural, e não industrializado. por exemplo, se gostamos do sabor doce, não é o chocolate que devemos ingerir, mas sim as frutas, que tem o açúcar natural de que precisamos!!!

Isso quer dizer que, se você adora uma pimentinha pra lá de ardida, pode ser que esteja precisando estimular o funcionamento de seus pulmões. Ou, então, anda carente de alegria. Segundo a tradicional medicina chinesa, os sabores estão ligados às emoções, e portanto aos seus órgãos correspondentes.

Doce: este sabor esta relacionado ao baco, e seu sentimento correspondente e a ansiedade. O exagero leva a crer que sua cabeça anda sobrecarregada de preocupações. O que a fisiologia ocidental também explica. Pães e massas levam à liberação de serotonina, substância calmante que pode ajudar a diminuir preocupações e ansiedades. Mas essa busca pode levar a um círculo vicioso. Ao ingerir carboidratos, em excesso, o pâncreas é induzido a fabricar insulina, hormônio que regula a queima de açúcar. A produção extra, por sua vez, vai exigir mais glicose (açúcar) a ser queimada e, para isso, você faz sua terceira parada obrigatória na confeitaria.

Alimentacao Yin Yang

Salgado: este sabor esta relacionado aos rins e seu sentimento e o medo. Em excesso, pode significar que a sua porção medo está em desequilíbrio, gerando insegurança. Em conseqüência, rins e bexiga vão sofrer. Lembre-se de que o sal retém água, o que leva não só à sobrecarga renal como ao ganho de peso.

Apimentado: imagine-se mordendo um acarajé recheado de pimenta malagueta. Após a mordida, você inspira profundamente e depois solta o ar dos pulmões, na tentativa de aliviar a sensação de queimação na boca. Entendeu agora por que os chineses consideram a pimenta um estimulante dos pulmões? Sua emoção e a tristeza, portanto, se você se encontra triste, adicione uma pimentinha no dia-a-dia.

Azedo: você se imagina chupando um limão sem fazer careta, levantando os cantos dos lábios e fechando levemente os olhos? Para os chineses, essa expressão lembra a risada. Assim, nada mais natural do que ligar o sabor azedo à alegria. A preferência por alimentos azedos pode significa que você, inconscientemente, esteja precisando estimular seu lado alegre para reequilibrar seu organismo.

Amargo: já pensou no que quer dizer a expressão “verde de raiva”? É o tipo de emoção que faz o fígado trabalhar dobrado para secretar mais bile, substância de cor amarelo-esverdeada e gosto amargo. Esta, por sua vez, vai ser depositada na vesícula, de onde sairá para o intestino, ajudando na “quebra” de gorduras. Preferência por alimentos amargos, para a medicina chinesa, pode ser um indício de que suas emoções negativas, como a raiva, estão precisando de um ajuste.

A partir de agora atente  às suas emoções e as tenha sob controle com sua alimentação!!

images

Por Rafaela Moura Santos

Anúncios