Fibromialgia

fibromialgia

A fibromialgia é uma doença onde a principal característica é a dor muscular crônica, que pode ser acompanhada por rigidez, sensibilidade, fadiga e distúrbios do sono. A dor pode estar presente em diversos locais do corpo, sendo que os mais comuns são pescoço, costas, ombros, cintura pélvica, braços e pernas. Outros sintomas podem estar associados à fibromialgia, como:

  • Depressão
  • Adormecimento ou sensação de formigamento em mãos e pés
  • Dificuldade de concentração e memória debilitada
  • Mudanças de humor
  • Dor no peito
  • Bexiga e intestino irritáveis
  • Dor na face e na cabeça
  • Tontura
  • Ansiedade
  • Períodos menstruais dolorosos

As pessoas que sofrem de fibromialgia relatam dor uma dor profunda, em punhalada, aguda e com sensação de rigidez. O frio úmido, ansiedade, estresse, excesso ou falta de atividade física e falta de sono são fatores que podem piorar a dor.

A fadiga é um ponto muito importante quando se trata da fibromialgia, pois neste caso, ela deve ser entendida como mais do que estar cansado, é um esgotamento que interfere em atividades simples do dia-a-dia. Às vezes pode limitar não só as atividades físicas, mas também as mentais.

A maioria dos pacientes com fibromialgia acordam cansados mesmo que tenham dormido muito, isto acontece porque o distúrbio do sono associado à doença impede que a pessoa atinja o estágio de sono profundo, provocando, durante o sono, espasmos musculares (movimentos involuntários) nas pernas.

Na medicina ocidental, ainda não existe uma causa definida para a doença e nenhum exame laboratorial para diagnosticar a fibromialgia, dependendo, portanto, apenas dos relatos do paciente. De acordo com o Colégio Americano de Reumatologia, algumas regras para o diagnóstico é que dor esteja presente por pelo menos 3 meses e em 11 pontos do corpo, sendo que esta dor é anormalmente sensível ao toque suave e firme.

Pontos de dor

Pontos de dor

A Fibromialgia na Medicina Chinesa

Na Medicina Chinesa, a energia deve fluir pelo corpo por diversos canais, alguns deles são mais profundos e outros mais superficiais, estes se localizam no pequeno espaço entre a pele e os músculos. Este “espaço” é muito importante porque nele é onde circula nossa energia de defesa, que impede a entrada dos fatores causadores de doenças, é produzido o suor e também é onde os poros da pele são regulados. Quando a umidade “invade” este local, ela causa a sensação de dor e rigidez muscular, peso nos membros e fadiga. Como a energia está em movimento e os canais mais superficiais estão ligados aos mais profundos, ela leva o excesso de umidade para outros locais, podendo causar, por exemplo, a estagnação do sangue, que leva à dor intensa.

As causas da fibromialgia na Medicina Chinesa são:

  • Invasão de fatores externos como a umidade ou vento frios
  • Tensão emocional
  • Dieta irregular
  • Trabalho físico excessivo

Quando falamos de umidade, nos referimos ao ambiente muito úmido, permanecer com roupas molhadas ou até mesmo ao excesso de alimentos que levam ao acúmulo de umidade (laticínios por exemplo). O vento causa contração e dor e o frio intensifica a dor. O estresse emocional causado por raiva, culpa, vergonha, medo, preocupação, tristeza ou pesar causam a estagnação da energia afetando os músculos. Em relação à dieta, o excesso de alimentos gordurosos, frituras e laticínios causam o excesso de umidade e consequentemente a fibromialgia; além dos alimentos, os maus hábitos como comer irregularmente, com pressa, tarde da noite, saltar refeições ou comer enquanto trabalha também podem causar acúmulo de umidade no corpo. Já o excesso de trabalho físico faz com que a pessoa gaste sua energia mais que o necessário, enfraquecendo alguns órgãos e suas funções.

Como já foi dito em outras matérias, os diagnósticos na Medicina Chinesa se baseiam em desequilíbrios energéticos, seja por excesso ou falta de energia. No caso da fibromialgia, nos casos em que há excesso a dor é mais intensa, já nos casos de deficiência, a pessoa se sente mais cansada e sofre mais com problemas digestivos e tem pouco apetite.

O Tratamento

1347464968_437962648_1-Clinica-Tao-da-Fertilidade-Medicina-Chinesa-e-Acupuntura-para-os-problemas-da-mulher-Portuguesa

A fibromialgia é um quadro crônico, que requer tempo e paciência no tratamento, que se baseia em eliminar os fatores patogênicos e equilibrar a energia, tonificando as energias enfraquecidas e diminuindo aquelas que estão em excesso. A escolha dos pontos se baseia em ramos: tratar os locais de dor, que variam a cada paciente ou em um mesmo paciente pode variar em diferentes sessões, já que a dor muda de lugar; nestes pontos, as agulhas causam o relaxamento muscular, que leva ao alívio da dor. tratar com pontos energéticos que estão distantes do local da dor para estimular o fluxo normal da energia e tratar as condições do paciente, harmonizando sua energia, principalmente a de defesa, que pode ser relacionada ao que conhecemos como imunidade. Além destes pontos, localizados pelo corpo, também utilizamos a acupuntura auricular e também algumas ervas medicinais. Há casos em que a moxa e as ventosas também são utilizadas.

Com o tratamento da acupuntura, não só a dor será melhorada, mas também as condições emocionais do paciente, dessa forma, ele terá melhores condições de se recuperar e consequentemente, melhor qualidade de vida.

fibromialgia-821041

 

Por Rafaela Moura Santos